quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Gripe A

Agora que a gripe A está a desparecer, oficialmente a época de gripe passou, começam as queixas de que o alarme foi exagerado. 

Falar depois das coisas acontecerem é sempre mais fácil, mas eu nem penso que se possa dizer que foi alarmismo. Talvez por ter tido uma amiga quase a morrer no hospital me dê uma visão parcial desta gripe, mas há factores que deviam ser considerados antes de dizer que houve exagero nas medidas tomadas. 

Se as pessoas foram vacinadas numa escala bastante significativa porque é que é de estranhar o impacto da doença não ter sido maior? É para isso que servem as vacinas.

Se toda a gente passou a ter cuidados especiais com a transmissão por contacto, que antes não se dava importancia e a tomar medidas para a evitar, será que isso não diminuiu os numeros também?

Há mais coisas a considerar, mas para ja estas duas deviam chamar a atenção para não fazer sentido avaliar os estragos sem ter um controle com placebo... 

Enviar um comentário