quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Evidência anedótica

Depois de ter explicado lógicamente há uns tempos atrás porque é que a evidencia anedótica tem de ser vista e manipulada com pinças e fato de astronauta, decidi fazer uma pequena lista de tudo o que passava a ser conhecimento se a evidencia anedótica fosse aceite como prova.

A evidência anedótica é o testemunho baseado em histórinha narradas por um grupo pequeno de pessoas que não são acompanhados de outras provas físicas, são quase sempre irreprodutíveis e frequentemente testemunham acontecimentos extraordinários. Como se fosse uma anedota.

Ora aqui está uma lista de coisas que seriam consideradas reais se a evidencia anedótica não fosse tão mal vista (sem qualquer ordem) :

Elvis Presleys (vários pelos estados unidos fora)

Extraterrestres que vêm fazer experiencias sexuais com humanos (também com preferencia pelos estados unidos,

naves espaciais vindas de outros planetas (neste momento com preferencia pelo México)

yeti, Sasquatch, big foot, abominável homem das neves (zonas frias e montanhosas com pouca visibilidade)

Pais de santo,

cirurgias feitas com as mãos e sem analgesia ou assépsia com cura total,

curandeiros,

monstro de Loch ness, 

fadas,

sereias

vampiros,

lobisomens,

chupacabras,

aliens de várias cores (cinzento e verde mais frequentemente),

dragões,

bruxas,

demónios, diabos e diabretes

duendes,

unicornios,

chakras,

miasmas,

xis,

chis,

qis,

fleumas,

Terras planas,

fantasmas,

espiritos,

orbs,

monstros variados,

elfos,

deuses (milhares deles),

semi-deuses,

santos (muito mais que os da Igreja Católica),

anjos e arcanjos

milagres (idem),humanos com telecinesia, telepatia, mediunicos, profetas,

E muitas mais haverá. É só uma questão de acreditar em tudo o que se diz. Não faz sentido pois não?

Enviar um comentário