quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Parabéns ao Estados Unidos da América e a Barack Obama

Pensei muito se estaria no ambito deste blogue comentar a vitoria de Barack Obama nas eleições dos Estados Unidos, mas chego à conclusão que sim. Perfeitamente.

Os Estados Unidos foram no passado um dos maiores exportadores de ciência para o mundo e de um modo que todos puderam beneficiar. A ultima administração que governou o país teve efeitos devastadores nesta area, a um ponto que a propria ciencia esteve sobre ataque de iniciativas privadas, finaciadas por interesses individuais ou de pequenas minorias, que pretenderam impor as suas ideologias como sendo ciência "alternativa". Tal coisa não existe. Li muitas vezes verdadeiros cientistas queixarem-se da falta de meios para investigação, divulgação e desenvolvimento e de como isso estava a afectar a sua própria credibilidade. Porque não há outra maneira de explicar as coisas; a ciencia requer investimento, e sem ele, abranda. E a influencia positiva que os Estados Unidos da America sempre tiveram estava a tornar-se quase negativa, com o surgimento de uma nova onda de obscurantismo barato, que se começa a instalar também na Europa.

Barack Obama, numa entrevista à Nature (de que eu não consigo encontrar neste momento o link), convenceu-me que estava a par dos problemas científicos da actualidade e da realidade da situação. Não era apenas retórica, tinha mais substancia que muitos artigos pró-ciêntificos que tenho lido. Oxalá não me tenha enganado, mas melhor do que antes, tenho a certeza que vai ser.

Se um país como os EUA aposta em investigação, não tenho duvidas que todo o mundo beneficia.

É importante ainda referir que de certo modo, o voto em Obama, foi um voto contra o "Intelligent Design", a negação da responsabilidade do homem face ao aquecimento global, e de como ciência é ciência e crenças são crenças.

Também não quero dar a entender que Obama é um superhomem que vai salvar o mundo, mas assumo que tenho boas expectativas.

Isto tudo é suficiente para justificar deixar aqui umas palavras sobre o assunto e dar os parabéns à América e a Obama.
Enviar um comentário