quarta-feira, 3 de abril de 2013

Outra vez más noticias sobre a influencia das teorias da conspiração.

Teoria Cientifica:

-Procura explicações simples,
-Capaz de fazer previsões testáveis por pessoas competentes,
-Requer confirmação independente,
-Tem de ser consistente com os dados existentes.
-Funciona.

Teoria da conspiração:

-Procura explicações elaboradas, acrescenta entidades extraordinárias (cuja existencia não é demonstrável e não são necessárias para explicar nada), "a gosto", e alega processos complexos ignorando o peso que isso acresce ao onus da prova.
- Não faz previsões testáveis.
- Requer mesmo que se possa apelar para o facto de não ser possível confirmação independente, senão não era conspiração, certo?
- Opõe-se frequentemente a explicações mais simples baseados nos dados existentes. Requer a existência de dados ocultos, fantasiados.
- Funciona tão bem como a lotaria para acabar com a pobreza. Proporciona - no tipo de raciocinio que propõe -  que tudo possa ter uma ou várias histórias alternativas, vagas e intestáveis (histórias alternativas consistentes, testáveis e concisas é bom) das quais se escolhe a preferida por intuição. Em boa verdade, todas as teorias podem ser adornadas com entidades e processos extraordinarios e por esse caminho tudo pode ser uma conspiração cujo objectivo é o que se quizer.

Então como são possiveis os numeros que esta noticia do Público avança para os crentes em conspirações variadas? Será uma conspiração para nos fazer crer que o povo de um dos paises mais influentes no mundo está pejado de conspiracionistas?

É possivel porque as teorias da conspiração são intuitivamente apelativas. Estamos programados para ser mais sensiveis a perigos que aquilo que é real e temos a tendencia de aumentar a probabilidade desses perigos. Gostamos de nos sentir numa posição de superioridade intelectual, de controlo e acreditamos que isso é bom  pelo conforto imediato que trás - e logo acreditamos! Gostamos de sentir que estamos  na posse de informação previligiada. Depois é deixar a odisseia do "confirmation bias" entrar em acção, um pouco de apelo à ignorancia e como somos cegos à própria cegueira, voilá.

Em resumo: Explora uma data de erros sistemáticos em que somos capazes de cair se não procurarmos activa e conscientemente evitá-los.

No entanto, se envolvermos processos racionais mais lentos e precisos, se usarmos pensamento critico e cientifico -  mais cansativos também -  podemos compreender que a maioria dos apelos à conspiração populares são ocos.

Por mim tenho sérias dúvidas que haja repteis inteligentes entre nós mascarados de humanos, não existe o anti-cristo e muito menos se chama Obama, e o aquecimento global é verdade. Mas mais importante que a minha crença relativa nas coisas é a sua adequação às evidencias e ao resto que sabemos. E o processo cientifico proporciona uma melhor explicação. Recomendo que se volte a atentar na diferença entre os dois acima enunciada.

De todas as teorias da conspiração populares nos dias de hoje, uma das que considero mais perversa, é a negação do efeito dos gases de origem artificial no aquencimento global. Por isso deixo aqui o meu F.A.Q.

Enviar um comentário