sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Campanha "Questionem a Evolução".

Também através da Conservapédia, a tal "enciclopédia de confiança" descobri que os criacionistas estão a promover desde este mês a campanha "Questionem a Evolução".

E eu como bom céptico, insisto que o façam.  Mas não só à evolução .Questionem tudo o que tiverem tempo e paciencia. Informem-se. E depois questionem-se também acerca de todas as explicações imperfeitas que vão encontrare perguntem-se quais são as melhores.

Nomeadamente, não se esqueçam de questionar o criacionismo. E perguntem por exemplo que mecanismo existe na genética para que uma nova mutação não possa ser benefica. E depois, que mecanismo também existe  para que duas novas mutações neutras ou benéficas não se possam associar uma à outra. E acumularem-se ainda mais com o tempo.

E perguntem como sabem que a biblia é que diz a verdade. Foi deus diretamente? Ou, é porque é o que diz... A biblia?

E perguntem porque é que o rasto de mutações neutras que encontramos no DNA conta a mesma história que a forma fisica dos seres vivos e que por sua vez encaixa milagrosamente (pun intended) na historia que se obtem por datação radiometrica.

E ja agora... Quem é que disse que explicar que a complexidade do universo ficava mais simples se lhe dessemos intencionalidade? Não é a intencionalidade algo complexo so por si, que só vai complicar ainda mais as coisas? Um universo sem deus tem menos um berbicacho para explicar... Que é de onde veio deus, quem é, e porque raio tudo se passa como se ele não existisse desde o Big Bang.

Sou todo a favor por uma campanha para questionar seja o que for. Mas não paremos na evolução, porque haveriamos de o fazer?

Link para a campanha:

 http://creationstoreuk.s3.amazonaws.com/infobytes/209_US_questionevo/209_US_questionevo.html
Enviar um comentário