quarta-feira, 10 de junho de 2009

Sobre a visão a cores no mundo animal.


É uma crença popular que os cães vêm tudo a preto e branco. Mas não é bem assim.

Por duas linhas de investigação diferentes, podemos confirmar que eles distinguem algumas cores. Vêm o mundo em tons de violeta, azul, e amarelo. Cor de laranja, verde e amarelo são vistos da mesma maneira, não são distinguidos. O vermelho deve ser visto como amarelo e o azul-esverdeado como branco.

Como disse isto foi estudado de duas maneiras. Uma foi colocando cães a escolher objectos baseados apenas na cor e a outra pela analise histológica das suas retinas.

Acontece que, enquanto os humanos têm três tipos de cones, as células que percepcionam a cor, os cães só têm duas. Todas as cores que nós vemos são feitas pela mistura de tons de 3 cores, que correspondem aos três cones. As cores são o verde, azul e o vermelho. Pode-se confirmar isto pelo exame ao perto de um ecrân de televisão. (sem ser LCD).
Podemos tentar prever como é o mundo de cor dos cães por comparação com o nosso e por ver que comprimentos de onda os seus dois tipos de cones detectam.
Digamos que os cães têm duas dimensões de cores e nós temos três.
Mas como será o mundo visto com quatro dimensões de cor? Muito mais colorido, certamente, mas francamente difícil de conceber para nós. Tirar uma cor imagina-se bem, mas por mais uma ou até duas...
Conseguem imaginar uma nova cor?
Pois, é, algumas aves, além de serem capazes de ver no ultravioleta, têm mais um tipo de cones que nós. O mesmo foi comprovado em alguns peixes e tartarugas.
E ainda existem animais com capacidade para cinco dimensões de cor.
Ler mais aqui:
e aqui:
Enviar um comentário