sábado, 20 de junho de 2009

Desflorestamento da Amazónia não é solução.

O argumento de abater floresta para produzir bens e crescimento para combater a pobreza local tem sido utilizado frequentemente. Ambientalistas radiais não querem saber disso. Mas não querer saber é um mal que dá para os dois lados.

Uma analise rigorosa para a sustentabilidade da nossa sociedade a longo prazo impõe-se.

É ou não é uma necessidade imperiosa para o bem estar e crescimento económico das populações que vivem nestas áreas ou na orla delas?

Sem ir mais, longe, sem precisar de repetir clichés tipo "pulmão do mundo", "reserva de biodiversidade", que até tem a sua razão de ser, um estudo publicado na Science e divulgado aqui no excelente blog "Discutindo Ecologia" mostra que não é necessariamente assim.

Usando vários factores para estudo, as conclusões são que se esta a "queimar" a Amazónia sem vantagens a longo prazo.

Ver muito mais aqui:http://scienceblogs.com.br/discutindoecologia/2009/06/desmatamento_nao_leva_ao_desen.php
Enviar um comentário