terça-feira, 9 de setembro de 2008

Large Hadron Colider e o 10 de Setembro

Amanhã é a inauguração oficial do LHC, um acelerador de partículas com um perímetro de 27km contruido entre a Suissa e a França que pretende estudar fenómenos que ocorreram no Big Bang. Quando estiver a funcionar a todo o vapor vai colocar protões a 99,99% da velocidade da luz em rota de colizão uns com os outros e ver o que sai. As expectativas são ambiciosas. Querem-se respostas a questões sobre a origem e natureza da massa, de que é feita a matéria negra, porque mais matéria do que anti-matéria... Alguns vão ainda mais longe: sugerem a produção de dimensões adicionais, novas forças, até a viagem no tempo. A energia produzida pela colisão será de cerca de 14 teraelectrovols, 7 vezes mais potente que o record actual em experiências do género, mas o que torna o LHC tão especial é a capacidade de o fazer num ponto tão pequeno como uma partícula de pó e assim recriar condições semelhantes às ocorridas instantes após o Big Bang.

Por isso alguns cientistas não acreditam na segurança destas experiencias e um processo em tribunal foi colocado para invibializar o LHC. Temem a formação de mini buracos negros que iriam lentamente assimilar a Terra. Os cientistas envolvidos no projecto têm inclusive sido vitimas de ameaças. O processo em tribunal terminou com a luz verde para avançar como planeado.

Mas para os que não se sentirem seguros fica aqui a explicação de porque é que o 10 de Setembro vai ser um dia como qualquer outro. Os mini buracos negros que os críticos temem que se produzam são possíveis teoricamente (actualização: talvez nem isso, ver "LHC e o medo") mas deverão ter uma duração proxima do infinitesimalmente pequeno. Por outro lado existem raios cósmicos mais potentes a bombardear o sistema Solar regularmente e ainda não vimos Júpiter e Saturno serem devorados.

Provavelmente existem na net, algures, alguém a vender protecção anti-mini-buraco-negro, mas creio que não vai ser preciso. Quero é ver os resultados da maquina.
Enviar um comentário