sábado, 17 de setembro de 2011

Os palitos e a acupunctura.

Se existem já estudos que mostram que aplicar acupunctura e picar (sem espetar) com palitos tem o mesmo efeito, a conclusão que se pode tirar daqui é a mesma que se pode tirar quando comparamos acupunctura verdadeira ( acupunctura feita nos pontos tradicionais)  com outra onde se espeta à toa.

A conclusão é que as alegações especificas da acupunctura são falsas.

Quando os resultados são replicáveis de um modo inespecifico e oposto ao da teoria em estudo é porque não é essa teoria que está a explicar os resultados observados. É outra coisa qualquer que também é posta em funcionamento por processos que são substancialmente diferentes (de facto tão diferentes que foram imaginados para refutar as alegações da teoria desafiada).

Se o efeito de analgesia da acupuncura for superior a placebo, coisa que não está estabelecida de modo algum, pelo contrário, o que sabemos já com toda a certeza, é que não tem nada a ver com a medicina tradicional chinesa. Sabemos que podemos replicar esse efeito de um modo menos invasivo, sem precisar de decorar pontos estúpidos, e sem ter de propor energias místicas. Sabemos que não podemos permitir chamar àquilo medicina alternativa e deixar que se proponham tratar uma data de coisas.

Mas o que sabemos também é que esse efeito, é muito ligeiro. Afinal qualquer um pode experimentar picar a pele com palitos para ver se elimina a dor forte. Distrai. E até pode, eventualmente, libertar umas adenosinas e endorfinas. Mas funciona realmente? Alivia satisfatóriamente? Não. Precisamos sempre de algo verdadeiramente eficaz para dores fortes.

É que efeitos vagos, tipo placebo, é fácil encontrar. Existe em tudo o que se convença alguém que funciona. Existe no antibiotico e na agua da torneira, na fisioterapia e na acupunctura. O que é difícil é encontrar coisas que não deixem dúvidas do alivio que causam e que tenham mais que efeito placebo. Pelo que sei de estudos recentes, para dor crónica não temos quase nada. Mas para dor aguda felizmente sim.

Como tenho reparado, as discussões acerca da acupunctura acabam sempre por girar acerca da dor. E do efeito moderado sobre a dor, que é replicado por picar com palitos.

Mas mesmo que, no melhor cenário para a acupunctura, isto fosse verdade, que tinha um ligeiro efeito analgésico, de modo algum isto significa que faz sentido usar acupuncura para qualquer outra coisa, ou que sequer faz sentido dizer que a acupunctura funciona. Não funciona. Picar com agulhas e com palitos faz qualquer coisa. Isso parece-me óbvio. Doi um bocado. Mas não tem nada a ver com o que dizem os chineses à séculos. Esse apelo à antiguidade está comprovadamente falso.

E então se vêm falar em estudos de análgesia moderada para defender que se  pode com isto  tratar constipações, cancro, hepatites, deixar de fumar, etc. é a treta completa. E no entanto parecem haver sempre bastantes individuos dispostos a fazer precisamente isso...
Enviar um comentário