terça-feira, 8 de janeiro de 2013

A sobrevivência dos mais belos, por Nancy Etcoff

A beleza é sobrevalorizada na nossa sociedade. Esta é uma conclusão que me parece apoiada pela investigação descrita neste livro.

As pessoas são julgadas melhores lideres, mais compententes, mais honestas, mais bondosas, apenas pela sua beleza fisica e factores relacionados, como a altura. Até às crianças aplicamos estes critérios e até os próprios pais o fazem. Crianças mais bonitas são menos castigadas quando comparadas com crianças menos bonitas.

Mas as coisas não são tão simples como dizer que a "beleza é apenas tão profunda como a pele" ou que "está nos olhos de quem a vê". A beleza é um conceito que nós temos acerca das aparências porque foi evolutivamente util. Sobretudo para avaliar saúde, fertilidade e bem estar, no que respeita à beleza humana. Portanto não se pode dizer que não signifique absolutamente nada. Apenas que é sobrevalorizada numa sociedade onde as marcas das lutas contra a adversidade já não deixam tantas cictrizes à vista, ou a altura já não seja assim tão importante.

A beleza fisica não diz tanto acerca dos individuos, como nós, sem sequer nos darmos conta (por vezes) pensamos  - já que nos dias que correm, porque vivemos de modo diferente, não estamos susceptiveis às mesmas agressões e problemas e precisamos de diferentes capacidades daquelas que precisávamos quando o "detector de beleza" foi criado.

A "Sobrevivencia dos Mais Belos" é um livro simples e acessivel que explora estes assuntos ao olhar para a beleza do ponto de vista evolutivo, derrubando a ideia de que é puramente uma construção social. Não é tão explicita a concluir que a beleza está sobrevalorizada, essa conclusão é minha e é para os dias que correm.

Este é um livro que proponho de qualquer modo para quem quer ter uma opinião mais bem informada sobre o assunto.

 Afinal talvez as pessoas mais bonitas não sejam as mais honestas e bondosas, ou pelo menos sempre as mais honestas e bondosas, embora o nosso subconsciente assim o considere. Mas talvez diga de facto algo acerca do nosso sistema imunitário e da nossa fertilidade. E isso será ainda assim tão importante? E será ainda assim tão fiável no mundo da medicina moderna? Ou serão apenas falsos positivos?


Notas:
Encontrei pelo menos um erro no livro no que se refere à afirmação de que os presidentes americanos eleitos desde Nixon são mais altos que o seu candidato rival. Isso aconteceu pelo menos mais 1 vez e logo nas eleições seguintes, até à  publicação do livro em 2000 e se não contarmos com a vitória de JWB nesse mesmo ano. Parece no entanto haver de facto um "bias" para o candidato mais alto.

Nancy Etcoff é Doutourada em psicologia e é professora assistente na Harvard Medical School e psiquitra no Massachussets General Hospital.



Enviar um comentário